quinta-feira, 16 de novembro de 2006

UM DELÍRIO CHAMADO VORTEX

Eram os loucos anos 80 e 90...e uma intrépida trupe arriscava-se imbuída de ideais num mundo impiedoso onde a lei do mais forte determinava a orgásmica glória para alguns ou o putrefato anonimato para muitos...Lógico que deu a segunda opção na cabeça!

Pois é, meus caros...e caras (desculpe, parca ala feminina), éramos jovens e apenas viamos um mundo que idealizávamos mudar...Assim cometia-se o fanzine VORTEX!!!
Produzido por um inconsequente desenhista e professor de desenho (tá, sou eu mesmo...) juntamente com seus desenganados alunos essa obra prima de banheiro de rodoviária de quinta categoria alcançou a surpreendente marca de 5 números!!!! No início era tudo na xerox mas o último saíra em capa couche colorida e miolo impresso em off-set! Isso num tempo em que computador era um puta luxo! Só sei que com isso a gente se divertiu muuuito e aprendemos nem tanto.... Mas foram tempos memoráveis...
Na foto (de 1993) tirada nas dependências da Escola de Desenho Graphis você vê em pé da esquerda pra direita: Luís Antônio, Marcelo Castro, Eduardo Ferrara e Paulo César. Sentados no mesmo sentido: André Farias e Renato Bittencourt.
Bom é isso...depois eu falo mais dessa bomba. Não estou com mais saco pra isso....

2 comentários:

  1. Pois é, pois é... Bons anos aqueles... Eu vivia orbitando (sem nunca colidir) essa turminha aí, colaborando e, na gande maioria das vezes, enchendo o saco! (porisso não deixaram eu aparecer na foto) (quiá! quiá!)
    Pois é... Cada um tomou seu caminho, mas nem por isso esqueceram do sonho chamado Vortex. A mesma turminha ainda existe....

    El Magnifico!

    ResponderExcluir
  2. Eita gente feia!! O tempo passou, o desenho ficou lindo mas vocês continuam feios, ou até mais feios, sei lá...

    ResponderExcluir